anjosdanoite

Anjos da Noite

Fundado por Kaká Ferreira e José Amato, o Núcleo Assistencial Anjos da Noite realiza trabalhos sociais, desde 22 de agosto de 1989. É composto por pessoas de todas as idades, de várias denominações religiosas que voluntariamente doam, além do seu tempo, alimentos, roupas, agasalhos, calçados, cobertores e principalmente amor.

Uma simples refeição, um agasalho e uma palavra amiga são os ferramentas fundamentais para possibilitar o resgate da autoestima objetivando reintegração social de muitos moradores de rua.

Para ser voluntário do Núcleo Assistencial Anjos da Noite não há necessidade de experiência, apenas a vontade de amar ao próximo.

Vá à sede da instituição, aos sábados por volta das 09h00, para ajudar na preparação do jantar com a equipe de cozinha.

Para sair com a caravana do anjos, distribuindo às refeições aos nossos irmãos em situação de rua, é só chegar entre 16h00 e 17h00(sábado).

Antes de saída da caravana os organizadores fazem uma apresentação do trabalho aos novos voluntários, para que todos possam entender exatamente qual a missão do Anjos da Noite.

Faça seu cadastro e torne-se um voluntário da equipe Anjos da Noite. Para saber mais visite www.anjosdanoite.org.br



lardabencao

Lar da Benção

O Abrigo da Casa da Benção, com o nome fantasia “Lar da Benção”, é uma unidade de Bragança Paulista(SP) que oferta o serviço de acolhimento provisório e excepcional para crianças recém-nascidas até seis anos incompletos, de ambos os sexos, em situação de risco pessoal e social, cujos pais ou responsáveis encontram-se temporariamente impossibilitados de cumprir sua função de cuidado e proteção.

Desde janeiro de 2005, o Lar da Bênção oferece atendimento especializado e condições institucionais para o acolhimento integral e gratuito às crianças, em padrões de dignidade, funcionando como moradia provisória até que seja viabilizado o retorno à família de origem ou, na sua impossibilidade, o encaminhamento para família substituta.

Vale ressaltar que a decisão para a reintegração familiar ou a inserção em família adotiva é atribuição do Juiz de Direito da Vara da Infância e Juventude, definida pelo empenho ou não da família de origem em readequar os meios de cuidados e proteção ofertados a suas crianças. A tentativa de reintegração é um processo construído e acompanhado pela equipe psicossocial (psicólogo e assistente social) do abrigo, em consonância com as premissas do Estatuto da Criança e do Adolescente.

As crianças acolhidas são assistidas ininterruptamente, sendo atendidas em suas necessidades alimentares, higiênicas, escolares, pedagógicas, de saúde, de lazer e de convívio comunitário. São acompanhadas 24 horas por dia por cuidadores e auxiliares, que primam em prover uma estadia similar ao cotidiano de um lar com atenção ao desenvolvimento sócio-afetivo de cada criança.

O estabelecimento está inserido na comunidade bragantina, em área residencial, de fácil acesso ao transporte público e próximo a diversos serviços municipais da assistência social, da saúde e da educação, o que favorece a prestação de atendimento personalizado e o convívio familiar e comunitário.

Para saber mais e poder ajudar, visite http://www.casadabencaobp.com.br/lar-da-bencao/



padrechico

Instituto de Cegos Padre Chico

Fundado em 1929, o Instituto de Cegos Padre Chico é uma instituição que busca inserir os deficientes visuais na vida em sociedade.

O Colégio Vicentino Padre Chico é uma das iniciativas de sucesso da Instituição pois, em toda sua existência como unidade educacional, não só promove o acesso à educação como habilita e dá assistência ao deficiente visual e baixa visão, além de:

  • desenvolver programas de Orientação e Mobilidade, visando a independência do deficiente visual;
  • integrar a informação e a orientação profissional no ensino geral, explorando aptidões, desenvolvendo habilidades, no sentido prético e orientando na escolha entre oportunidade de trabalho e estudos posteriores;
  • levar o deficiente visual a conhecer suas capacidades e limitações.

O Instituto também atua na orientação de alunos e pais, com o objetivo de definir a capacidade e características do comportamento do aluno através de métodos de medida, análise e observação, para propiciar ao aluno uma melhora na sua autoestima, confiança em si mesmo e condições para lidar com as dificuldades do cotidiano.

Com um trabalho que congrega um conjunto de técnicas que visam a Orientação e a Mobilidade, a instituição propicia que o Deficiente Visual possa se locomover de um lugar para o outro, utilizando os sentidos remanescentes para estabelecer a sua posição e relacionar com todos os objetos significativos em seu ambiente.

Pela utilização de técnicas independentes, com utilização da bengala longa, o aluno conquistará uma maior independência possível na sua locomoção e na utilização de transportes públicos, nos estabelecimentos comerciais, financeiros, saúde e de ensino, expandindo sua oportunidades de laser, cultura e social e possibilitando sua inclusão no mercado de trabalho.

Saiba mais sobre o Instituto Padre Chico visitando http://www.padrechico.org.br/.